sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

NATAL, JANELA DO AMOR


Natal,
Há Natal...
Muitas vezes convence o ser humano
e até a humanidade,
que pode haver amor.

O Natal teria que renovar cada coração,
tudo e a todos que nos rodeiam.
Promessas de um Natal de Paz,
que pode estar escondido,
em sua própria arvore de Natal...

Por uma distração ou por esquecimento,
em sua arvore não a encontrou.
O amor e paz entre familiares,
essa arvore esta em seu coração,
para ser libertado e abençoado.

Luzes e cores brilham nos olhos,
traduzindo alegria e esperança.
É o manifesto do significado de Natal.
É o poder de uma sinfonia celestial,
tocando aos corações do povo de Deus.

Acendemos em nossos corações,
e esquecendo todo mal.
Lancemos uns aos outros,
o significado do  verdadeiro amor,
abrindo janelas do amor ao próximo,
e dando o verdadeiro significado do Natal.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

sábado, 14 de novembro de 2015

TOCANDO A ALMA



Em cada som
a música se torna poesia.
São palavras com melodia,
traduzindo letras e palavras
nos amores e desamores.

Na música e na poesia
a tradução vai ao coração.
Tocando a alma de quem as lê...
Tocando a alma de quem as ouve...
Nesta emoção e na leveza da alma,
atinge o mais profundo dos sentimentos...
A tradução do amor.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

domingo, 8 de novembro de 2015

NADA MUDOU


Há... essa dor que me tortura,
essa saudade dos filhos meus.
Onde nos meus dias, o meu olhar é vazio,
passo dias triste nas lembranças que pra trás ficou.

Há... se essa dor terminasse,
nada mais restaria neste velho olhar.
Sonhos brotariam como em um novo amanhecer,
observando cada filho, tudo se tornaria encantador.

Há... nesta luz do sol que brilha cada manhã,
sentiria paz e alegria no coração.
No peito a dor que já não dói,
e no abraço apertado o calor do amor.

Há... já não engano mais a minha dor,
em cada som as notas soam claras.
Será  ilusão ou verdade essa dor,
Há... Finjo que sou feliz,
Há... nada mudou.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente Ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

domingo, 25 de outubro de 2015

ÁGUIA


Sobrevoando nas alturas,
montanhas e planaltos,
alerta está em cada movimento,
no solo que atentamente observa.

No céu leve e solta levada ao vento,
sutil como o silêncio,
ruma sem temor,
nada escapa de seus olhos atentos.

Com sua imponência
faz acontecer,
está sempre pronta ao ataque
e ao recomeço de nova aventura.

Com sua determinação
a Águia linda voa
do amanhecer ao entardecer,
rumo ao seu objetivo.  

Autor; Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente Ilustrativo (Google)

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

domingo, 4 de outubro de 2015

SENTIMENTO DO POETA



Ouvirás numa canção,
ou na leitura de cada verso,
recado da alma e todo
sentimento do poeta.

Mergulhe nos poemas,
emoções encontrarás...
Lá estará a alma do poeta
e sentimentos que falam...

Nos versos às vezes há dor,
confidenciando o amor,
são as vozes da inspiração,
transbordando vida.

Viva e viverás atrás dos poemas...
E desta longa viagem,
por fim, estarás viciado
para estar mais perto dos
Sentimento do Poeta.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente Ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso


sexta-feira, 18 de setembro de 2015

NOSSA HISTÓRIA


Você chegou...
Como uma onda do mar na praia,
É destino tudo isso,
assim como a concha trazida do mar!!!

Parecia tudo estar escrito,
não há nada o que fazer.
Chegou... te amei,
talvez antes de nascer.

Você é a melodia,
o tom da música,
as notas da partitura.
Tudo me faz sorrir e te amar.

Tudo o que existe é você,
nada é igual sem você em minha vida.
Acredito em nossa história,
pra sempre eu e você...

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Acervo Edison de Oliveira Cardoso
Montagem:  Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso





sexta-feira, 4 de setembro de 2015

NÃO TENHA MEDO


Vem, não tenha medo...
Sinta a emoção do pecado,
deixe seu instinto te guiar,
deixe essa emoção te abraçar.

Vem, não tenha medo...
Aproveite esse momento, esse romance.
Não se reserve, sinta o meu abraço,
deixe seu instinto te queimar...

Vem, não tenha medo...
Sinta esse desejo aflorar e vem,
respire fundo e deixe acontecer,
esse teu desejo já não é discreto.

Vem, não tenha medo...
Vem com teus lábios quente e teu desejo ardente,
Essa tua louca vontade tudo te dou,
Sinta meu desejo intenso junto ao seu,
prazer mútuo sem medo.
Vem, vem sem medo.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

domingo, 30 de agosto de 2015

ESPELHO


Tudo que vejo
é sonho de uma ilusão.
Tirando meu sorriso 
sorriso de menina, agora mulher.

Meu olhar de outrora inocente
hoje o ar do cansaço da vida,
refletindo a essência da experiência..

Hó... Espelho.
A ti toda sinceridade.
És a essência que transmite 
a verdade
de ontem, hoje e do amanhã...

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso




quarta-feira, 3 de junho de 2015

ENTRE O BEM E O MAL

Na vida de cada um de nós,
o bem e o mal...
Cada um conhece muito bem,
em nossa vida, o mal sabemos,
se foi o bem ou mal,
que em nosso coração passou...

Muitas vezes nos enganamos,
por causa destes sentimentos.
Porque em nossa vida,
muitas vezes é o mal,
que se aloja no coração,
em vez do bem se alojar.

No caminho da vida,
levo no coração sempre o bem.
Sem que possa no caminho o mal encontrar,
é no coração que planto o bem.
do mal me afasto,
ou transformo em bem...

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente Ilustrativo Google
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso


terça-feira, 5 de maio de 2015

ESCREVENDO


De mim, nada ouvirás.
Por mais que tente escutar.

Se queres ouvir,
de-me um lápis e papel,

Com eles na mão,
falo tudo o que penso.

Falo tudo do coração
expressando tudo de bom.
que há em mim.

digo-te escrevendo,
a ti e a todos.
nela meus sentimentos.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente ilustrativo Google
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso


terça-feira, 21 de abril de 2015

POEMA DAS FLORES


Esta alegria de viver,
é o sorriso que há em mim,
não sei de onde vem,
mas vem em cada amanhecer...

Olho pro Céu, esse azul celeste.
Olho pra luz, é o Sol de cada manhã,
aquecendo jardins e corações...

A inocente planta, floresce.
ainda tímida, triste está,
neste mundo que chegou.

Quando o amor chegar,
esse vazio será passado
e de cores se encherá.

É o poema das flores,
se pondo no jardim a florir
nas pétalas seu imenso perfume.
é o seu desabrochar no jardim só seu.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Google
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso


quarta-feira, 15 de abril de 2015

ESTAÇÃO SAUDADE


Aqui passei e tu também...
Hoje vejo tudo diferente,
os trilhos que aqui existiam...
Mudou a estação para sempre.

Achei, quando criança,
que era tudo eterno
e em tudo acreditei,
sem saber que tudo iria acabar.

Na minha e na sua lembrança,
nada vai mudar no que ficou.
Quando na ambiental estou,
olho tudo em volta e vejo como era feliz.

Por vários motivos tudo acabou.
É o progresso chegando,
De onde estou observo como tudo ficou,
para muitos a mesma sensação possui.

Ir para aquela casa, nem pensar,
naquela área hoje o Shopping Palladium.
Pra muitos tanto faz.
Minha direção hoje é outra.
Só resta a Estação Saudade

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Francisco Pavelec
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso




  

terça-feira, 7 de abril de 2015

SOL DA MANHÃ



O Sol que surge todas as manhãs, surge brilhando.
Sinto no teu rosto, todo o seu calor,
e nos teus olhos se aconchega...

É o brilho de todas as manhãs,
onde se agasalhas do frio aqui fora,
onde dissipas todo o vazio que no peito há.

O Sol que brilha reflete em seus olhos,
confundindo seu verdes olhos com orvalho da relva,
invadindo através dos raios do sol desta manhã.

Mesmo olhando ao infinito,
o Sol que distante está,
estará me aquecendo através do teu olhar.

Auto: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente Ilustrativo Google
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso


sábado, 7 de março de 2015

Falsa Presença


Na vida já se espera,
pra mim não há espanto.
Todos nós prevemos,
através dos falsos olhares.

Atento fiquei...
Ouvi meu eu,
Mostrou-me,
o que eu pude sentir.

O que ouvi,
não esqueço.
Certeza da suspeita,
a máscara eu vi.

Contudo eu vivo,
nada esqueço.
Teu olhar frio
e desta falsa presença,
não esqueço,

Autor; Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente ilustrativo Google
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso


sábado, 28 de fevereiro de 2015

NOS TEUS BEIJOS



Nos teus beijos,
meu coração
Pulsa mais forte,
tudo para,
tudo estremece.

Nos teus beijos,
Vivo a sonhar.
é onde encontro,
a paz em tudo 
é o sabor de quero mais.

Nos teus beijos,
Minha tristeza dissipa,
quando em teu corpo toco
e nos teus lábios me alegro.

Nos teus beijos.
aproveito todo sabor que há,
Deste amor só meu,
nos teus lábios sou mais eu...

Autor: Edison de Oliveira Cardoso
Imagem: Meramente ilustrativo Google
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso