sexta-feira, 17 de março de 2017

SERÁ REAL


Assim sou eu...
Por onde eu for,
aprendo a lutar.
Muitos não conseguem almenos levantar
e nem se lamentar.

Eu apenas segui as lições,
que a vida me proporcionou.
Talveis um sorriso me acalme,
elevando minha alma,
que me faça levitar.

Por certo terá quem se lembre,
quando meu ultimo suspiro chegar.
Meu corpo se entregará
e tudo será real.
Já... Não sou eu.

 Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente ilustrativo "Google"
Montagem: Edison Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

terça-feira, 14 de março de 2017

LUZ DA BONDADE


Chegas com poucas palavras,
olhar e sorriso sereno.
Traz consigo mistérios,
é apenas silêncio.

Acolhe-me como se abre um livro,
mostrando entre páginas, mansas palavras,
como se fosse paisagens entre caminhos
e ao vento o balanço do puro amor.

Nesta jornada por onde me levas,
do alto junto ao céu avisto a terra.
É o globo magnífico predominando o imenso mar,
levitamos na freqüência da luz ao teu destino.

Luz da bondade, minha pequenina flor,
pra mim não és mistério,
és o anjo que me leva ao entendimento,
onde as vezes sou corpo, as vezes espirito levitando.

De longe, observo através do portal de luz,
Pessoas felizes e outras sendo cuidadas.
É a luz da bondade e da fraternidade,
vejo pessoas que por mim passaram ,
e com olhos marejados, sinto saudades.
... Já é hora de voltar.

 Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente ilustrativo "Google"
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

quinta-feira, 9 de março de 2017

CHEGAS NUA



Quero te despir lentamente,
e sem pressa te sentir,
todos os detalhes e curvas,
desliso minhas mãos em ti.

Em teu corpo te moldo,
arrancando arrepios.
Flor que desbrocha,
te sinto molhada.

Me queres o tempo todo,
desejos que ambos sentimos.
Corpo tremulo de prazer,
olhos fixos nos meus...

Seios que roçam meus lábios,
no vai e vem do nosso amor,
no gemido intenso e profundo,
no gozo do teu prazer múltiplo.

Te despir... nem pensar,
já chegas semi nua toda pra mim.
Com teus lábios me suga,
me fazendo explodir em gozo,
é nosso intenso prazer...

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente ilustrativo "Google"
Montagem: Edison de Oliveira ardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

segunda-feira, 6 de março de 2017

FRAGMENTOS


Queria ser EU...
Momentos que chorei,
choro pela injustiça,
por pessoas do meu coração.

Amores mal resolvidos,
momentos desperdiçados.
Sonhos interrompidos,
esse sou EU.

Momentos que vivi,
experiências que não vivi.
Por onde passei, já esqueci,
porque ontem, é passado.

São fragmentos de vida,
onde nada mudei.
Aqueles que falei e julguei,
a vida mostrará,
hoje vivo aprendendo,
a ser EU.

Autor: Edison de \Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente ilustrativo "Google"
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso



quarta-feira, 1 de março de 2017

EXPLICAR IMPORTA!!



O resto que eu tinha,
por onde passei, deixei.
Não ouvia tão pouco,
do que falei...
Não tem explicação,
nem como responder.

Em minha história, continuo,
sendo a sombra do meu eu.
Escrevo no meu vazio,
sonhando e falando dos meus sonhos.
Talvez não entendas...

Quando fecho meus olhos,
nada acontece, é só imaginação...
Olho pra trás, vejo apenas o passado,
onde ao teu lado me perdi.
Em teu olhar desconhecido,
antes de me veres, já nos encontramos.

Você que aqui está e lê,
não entende e não sabe de mim.
Não quis tocar seu sentimento e sua alma,
o que escrevo e te dou.
Já não é mais meu.
Em minha sombra, perdi o que é amar,
em meus pensamentos, perdi o que é amor.

Da minha boca...
Nunca sairão os beijos que trocamos.
Outra vez fecho os olhos,
o que importa é minha imaginação.
Talvez não importa,
se importar é que te perdi quando te amei.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Google
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso




domingo, 25 de setembro de 2016

TEMPO... QUE TEMPO!!!


Em toda dor que fortalece,
nela o tempo é real.
Será que o tempo aumenta essa dor,
ou tudo é um engano, se for,
é faltar com a verdade.

Todo tempo traz a dor,
todo tempo traz sofrimento.
Nada dissipa através do tempo,
se o mal que feriu existe.

O tempo não é remédio...
Tempo... Que tempo!!!
que cura essa dor no peito,
só o tempo e nada mais,
pra me sentir livre de onde estou.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente Ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Balneário Camboriú, Cidade Mistério...


Em tuas manhãs, o nascer do sol chega,
envolvendo tudo e a todos que nela está.
Seus raios entre prédios e janelas ultrapassam,
onde minha cidade espreguiça,
acordando lentamente seu povo amado.

No caminhar matinal, pés na água gelada,
pisando na areia ainda molhada pela marola.
A morena caminha em silêncio,
sol contornando seu corpo,
em seu ouvido o vento suave canta,
tudo o que se pode desejar na manhã.

Corpo malicioso caminha só,
em seu rosto dourado, sorriso maroto.
Relembrando mistério de sua noite.
Oh... Balneário Camboriú, minha cidade Mistério,
em tuas noites, envolve quem por lá passeiam,
onde pela manhã e bem devagar,
ela se espreguiça para mais um dia de glamour.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Google
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

EM CADA ENCONTRO


Em cada encontro nosso,
é quente e forte,
é como brasa em nossas veias.

Em cada encontro nosso,
estamos dispostos a tudo,
aquecendo nossos corações.

Em cada encontro nosso,
me queimo junto ao teu corpo,
ao sentir sua pele  e seu calor.

Em cada encontro nosso,
é nossos desejos no toque,
nos deixando flamejantes.

Em cada encontro nosso,
é sentir seu interior  ardente,
entre seus lábios todo pra mim.

Em cada encontro nosso,
é nossos desejos louco para o prazer,
ele nos faz ir cada vez mais fundo,
é lá que nos saciamos no clímax...

Autor: Edson de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente Ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

domingo, 4 de setembro de 2016

DELICIOSAMENTE


Desejo-te..., deseja-me...,
desvendamos esses segredos que ha em nós,
sinto em teu olhar,
sinto que me queres do seu jeito.

Deliciosamente te quero,
deliciosamente me queres.
Unimo-nos nossos corpos,
sem segredo e sem pudor.

Quero sentir a macies dos teus seios,
quero teus beijos aquecendo meus lábios
e neles me embriagar com todo tesão
e... una teu corpo bem junto ao meu.

Essa emoção carnal que há em nós
é seu e meu.
seduziste meu coração e minha alma
e todo o amor que tenho por ti.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso





sábado, 3 de setembro de 2016

DESEJO DO AMOR


O amor é o desejo da alma,
passando em todos os sentidos do corpo.

O céu da boca é o limite,
que se alcança no prazer mútuo.

Degustando todo amor...
delicadamente,
deliciosamente,
prazeirosamente,
dentro de cada um de nós.

Transbordando nesse momento,
todo prazer dos nossos desejos,
através do calor dos teus lábios e do teu corpo.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: meramente ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso



sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

NATAL, JANELA DO AMOR


Natal,
Há Natal...
Muitas vezes convence o ser humano
e até a humanidade,
que pode haver amor.

O Natal teria que renovar cada coração,
tudo e a todos que nos rodeiam.
Promessas de um Natal de Paz,
que pode estar escondido,
em sua própria arvore de Natal...

Por uma distração ou por esquecimento,
em sua arvore não a encontrou.
O amor e paz entre familiares,
essa arvore esta em seu coração,
para ser libertado e abençoado.

Luzes e cores brilham nos olhos,
traduzindo alegria e esperança.
É o manifesto do significado de Natal.
É o poder de uma sinfonia celestial,
tocando aos corações do povo de Deus.

Acendemos em nossos corações,
e esquecendo todo mal.
Lancemos uns aos outros,
o significado do  verdadeiro amor,
abrindo janelas do amor ao próximo,
e dando o verdadeiro significado do Natal.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

sábado, 14 de novembro de 2015

TOCANDO A ALMA



Em cada som
a música se torna poesia.
São palavras com melodia,
traduzindo letras e palavras
nos amores e desamores.

Na música e na poesia
a tradução vai ao coração.
Tocando a alma de quem as lê...
Tocando a alma de quem as ouve...
Nesta emoção e na leveza da alma,
atinge o mais profundo dos sentimentos...
A tradução do amor.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

domingo, 8 de novembro de 2015

NADA MUDOU


Há... essa dor que me tortura,
essa saudade dos filhos meus.
Onde nos meus dias, o meu olhar é vazio,
passo dias triste nas lembranças que pra trás ficou.

Há... se essa dor terminasse,
nada mais restaria neste velho olhar.
Sonhos brotariam como em um novo amanhecer,
observando cada filho, tudo se tornaria encantador.

Há... nesta luz do sol que brilha cada manhã,
sentiria paz e alegria no coração.
No peito a dor que já não dói,
e no abraço apertado o calor do amor.

Há... já não engano mais a minha dor,
em cada som as notas soam claras.
Será  ilusão ou verdade essa dor,
Há... Finjo que sou feliz,
Há... nada mudou.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente Ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

domingo, 25 de outubro de 2015

ÁGUIA


Sobrevoando nas alturas,
montanhas e planaltos,
alerta está em cada movimento,
no solo que atentamente observa.

No céu leve e solta levada ao vento,
sutil como o silêncio,
ruma sem temor,
nada escapa de seus olhos atentos.

Com sua imponência
faz acontecer,
está sempre pronta ao ataque
e ao recomeço de nova aventura.

Com sua determinação
a Águia linda voa
do amanhecer ao entardecer,
rumo ao seu objetivo.  

Autor; Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente Ilustrativo (Google)

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso

domingo, 4 de outubro de 2015

SENTIMENTO DO POETA



Ouvirás numa canção,
ou na leitura de cada verso,
recado da alma e todo
sentimento do poeta.

Mergulhe nos poemas,
emoções encontrarás...
Lá estará a alma do poeta
e sentimentos que falam...

Nos versos às vezes há dor,
confidenciando o amor,
são as vozes da inspiração,
transbordando vida.

Viva e viverás atrás dos poemas...
E desta longa viagem,
por fim, estarás viciado
para estar mais perto dos
Sentimento do Poeta.

Autor: Edison de Oliveira Cardoso

Imagem: Meramente Ilustrativo (Google)
Montagem: Edison de Oliveira Cardoso

Escritor e Poeta
Edison de Oliveira Cardoso